quinta-feira, junho 02, 2005

Holanda diz 63% Não



NÃO 63% x SIM 37%

Tal como aconteceu em França, a taxa de participação foi bastante elevada, acima dos 60%, e os eleitores holandeses, tal como os franceses, utilizaram o referendo – o primeiro de sempre a nível nacional na Holanda – para manifestar o seu descontentamento. Balkenende, considerado pelos críticos como um dos piores líderes de governo holandeses das últimas décadas, mostrou o seu desencanto desculpando-se com os eleitores, que estes estão confusos e não votaram Não ao Referendo, mas apenas o quiseram castigar. Continua a ladainha do Sim, o eterno Sim, os politicos olham para a escolha do povo e continuam a expremer justificações e desculpas onde as não há. Não é Não, e mais nada!

O senhor que se segue por favor! Luxemburgo... ainda não me dei conta do que trás o vento daquelas bandas. O nosso ilustre PM, José Sócrates, reafirmou, a intenção de referendar a Constituição Europeia, apesar do ‘não’ da França e da Holanda. Extraordinário, que simpático, também já é só o que nos falta tirar, o direito a escolher NÃO! Apesar de encapotada ainda não foi declara a ditadura de esquerda em Portugal.